Cidade grande ou interior: Onde há mais qualidade e menor custo de vida?

Qualidade de vida é uma coisa cada vez mais vem sendo discutida e se tornando o objetivo de muita gente. Inúmeros fatores são capazes de influenciar na qualidade de vida que um local oferece tendo como principais influenciadores a segurança, o custo de vida e acessibilidade. Diante disso, uma boa parte da população adulta começou a pensar sobre o que realmente vale a pena nesse mundo caótico e dar preferencia a possibilidade de uma vida mais sossegada, afastada na cidade, e ainda com custo de vida menor.

A vida na cidade

Morar em grandes cidades pode ser uma alternativa para grandes problemas como por exemplo ser um local mais perto do trabalho, mercado, farmácias, shoppings entre outros locais, mas em contrapartida existem inúmeros fatores negativos ligados a isso. As cidades possuem uma grande concentração de pessoas, lojas, carros, poluição e demais coisas que provocam estresses diários, baixa qualidade e expectativa de vida devido a tudo que os moradores devem passar por lá.

Além de todo o estresse morar na cidade pode ser muito caro, a procura é maior que a demanda o que faz aumentar significativamente o preço dos produtos e em comparação com outros locais esse aumento chega a ser superior a 100%. O Brasil apresenta cidades com maiores custos de vida do mundo como São Paulo e Rio de Janeiro que fazem os moradores passarem por maus bocados com os preços, como é o caso do IPTU 2022 de São Paulo e o IPTU 2022 do Rio de Janeiro.

A vida no interior

O interior é considerado um refugio para muitas pessoas que em busca de sossego e paz saem das cidades para o interior sem pensar duas vezes. O interior tem uma maior concentração de verde, não possui poluição, carros em excesso, barulho e um grande fluxo de pessoas, os moradores vivem uma vida mais leve e com muito mais qualidade.

No campo o custo de vida também é bem reduzido. Os moradores gastam bem menos em comparação com os gastos da cidade e todos vivem uma vida muito mais simples, sem tentações e valorizando coisas que as pessoas que vivem na cidade deixam passar ou simplesmente não se importam, como é o caso do pôr do sol.

No interior os laços de amizade também são bem melhores, são mais fortes, as pessoas não vivem na correria e tem mais tempo para as pessoas, sendo extremamente fácil conversar com os vizinhos, receber visitas surpresas ou simplesmente parar na calçada para conversar com os conhecidos.